L Arginina 500mg - Hipertrofia Muscular e Ativador Cerebral
7654
Pergunte ou veja opiniões de quem já comprou

De: R$ 37,00Por: R$ 32,56

Preço a vista: R$ 32,56

Economia de R$ 4,44

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Apresentação

L Arginina 500mg - Hipertrofia Muscular e Ativador Cerebral

É um aminoácido semiessencial elemento fundamental da proteína, que realiza uma série de funções fisiológicas. É um precursor conhecido do gás óxido nítrico [N02]. L Arginina é um aminoácido que o corpo não pode produzir naturalmente. Portanto, é importante consumir alimentos ricos em arginina. L Arginina é encontrada em alta concentração em nozes e sementes como amendoins e amêndoas. Também pode ser encontrada em chocolates e cereais. É necessária para a realização de muitos processos fisiológicos. Estes processos fisiológicos incluem secreção hormonal, um aumento na produção do hormônio do crescimento, a remoção de resíduos tóxicos do corpo e defesas do sistema imunológico. Porque a L Arginina é um precursor do óxido nítrico, responsável pela vasodilatação e muitas vezes usado par suportar a função sexual saudável. Recentemente suplementos alimentares que contêm L Arginina ficaram populares devido à capacidade de produção de óxido nítrico da Arginina, sua habilidade para limpar os radicais livres, bem como sua habilidade para sinalizar células musculares, liberar hormônio do crescimento, suportar o colesterol saudável e aumentar o metabolismo da gordura. L Arginina ajuda a regular os níveis de sal no corpo. Por isto, deve ser de interesse para fisiculturistas de competição pois reter água debaixo da pele pode fazer a pessoa parecer lisa inchada e exausta. As capacidades de retenção de nitrogênio da L Arginina são famosas nas comunidades científicas e de fisiculturismo. Também acredita-se que a L Arginina é crucial para o crescimento muscular, devido às suas habilidades de vasodilatação, bem como sua habilidade para participar na síntese da proteína.

Descrições

ManipuladoSim
composiçãoL Arginina 500mg;
Excipiente q.s.p 1 cápsula.
posologiaTomar 1 cápsula 2 vezes ao dia. Como precaução, L arginina deve ser tomada de estômago vazio e ao deitar.
validade4 meses.
referencias bibliograficasLiteratura do fornecedor.
Advertencias

01. Imagens meramente ilustrativas.
02. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
03. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
04. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
05. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz do calor e da umidade. Respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
06. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças e animais domésticos.
07. Mulheres grávidas ou que estão amamentando necessitam de orientação médica para utilizar o produto.
08. Recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.
09. O produto deve ser ingerido e não mastigado.
10. A suplementação de Arginina não é recomendada para jovens, cujo desenvolvimento ósseo ainda está incompleto.
11. O uso prolongado de doses altas pode oferecer riscos para portadores de algumas formas de insuficiência renal ou hepática. Essas pessoas só devem usar Arginina com supervisão médica.
12. Pessoas com infecções virais como herpes não devem tomar suplementos de Arginina, que poderia estimular a multiplicação de certos vírus.
13. Pessoas com esquizofrenia devem evitar o uso de mais de 30 mg/dia. O uso de prolongado é contra-indicado,
principalmente em altas doses.
14. A eficácia e resultado do tratamento estão diretamente ligados ao uso correto da posologia e dose recomendada pelo médico ou profissional habilitado, deve-se levar em consideração as diferenças de cada indivíduo como, velocidade do metabolismo, doenças crônicas e genéticas, não podendo ser considerado um produto que tenha efeitos iguais em todos os indivíduos.
15. "AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

bula

L Arginina bula




Para que serve?
A L-Arginina apresenta-se como um pó cristalino branco e quase inodoro. A Arginina é um aminoácido produzido pela hidrólise ou digestão de proteínas. Ela é uma das bases hexonas, e fornece o grupo amidina para a síntese de creatina. A Arginina também é formada pela transferência de um átomo de nitrogênio de aspartato para citrulina no ciclo da uréia. Ela a seguir perde uréia, para formar Ornitina. A Arginina é usada no tratamento da hiperamonemia e como auxílio-diagnóstico na avaliação da função hipofisária. O nome químico da L-Arginina é ácido L-2-Amino-5- guanidinovalérico. A Arginina é um aminoácido alifático essencial ao crescimento infantil, utilizado como suplemento dietético.




Como usar?
USO ORAL: As doses utilizadas variam em geral entre 100 a 1000mg. Outras referências citam doses de 500mg e 6g ao dia, sendo a ultima dosagem aplicada 3g duas vezes ao dia. Dose usual de 100 a 400mg/dia. A dose preconizada para a liberação do hormônio de crescimento é de 1.200 mg/dia associados a 1.200 mg/dia de Lisina. Esta associação é fundamental para a liberação do hormônio de crescimento (GH). A dosagem de Arginina poderá chegar até 1,5 g para esta aplicação.
USO TOPICO: Indicado 0,25%, para dermatite atópica de pele e couro cabeludo. Aplicada em cremes, xampus e condicionadores (que fazem uso de sua propriedade hidratante também).

Precauções: A Arginina deve ser tomada de estômago vazio e ao deitar.




Quais os males que este medicamento pode causar?
Em altas doses, a Arginina pode causar doenças ósseas e de pele. Na superdosagem, podem ocorrer náuseas e diarréia aquosa. Doses muito altas de Arginina podem agravar distúrbios mentais em esquizofrênicos.




Como funciona?
A Arginina estimula a hipófise, aumentando a secreção do hormônio de crescimento; isso explica sua ação queimando gorduras e promovendo o desenvolvimento da massa muscular. Durante o exercício físico, através de desaminação das proteínas, o organismo produz grande quantidade de amônia. O aumento na concentração de amônia por sua vez produz um aumento de lactato sangüíneo, ocasionando a fadiga muscular. A Arginina e a Ornitina convertem a amônia em uréia (30 vezes menos tóxica) diminuindo, assim, a fadiga muscular.




Contraindicações:
A suplementação de Arginina não é recomendada para jovens, cujo desenvolvimento ósseo ainda está incompleto. O uso prolongado de doses altas pode oferecer riscos para portadores de algumas formas de insuficiência renal ou hepática. Essas pessoas só devem usar Arginina com supervisão médica. Pessoas com infecções virais como herpes não devem tomar suplementos de Arginina, que poderia estimular a multiplicação de certos vírus. Mulheres grávidas e em fase de amamentação também devem evitar suplementos de Arginina. Pessoas com esquizofrenia devem evitar o uso de mais de 30 mg/dia. O uso de prolongado é contra indicado, principalmente em altas doses.

Produtos Relacionados

Compre junto

Pergunte e veja opiniões de quem já comprou