Vitamina C tópica 3% - Potente Antiaging
8751
Pergunte ou veja opiniões de quem já comprou

Por: R$ 38,00

Preço a vista: R$ 38,00

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Apresentação

Vitamina C tópica 3% - Potente Antiaging

Alguns estudos publicados mostram a eficácia dos derivados da vitamina C na proteção e promoção na síntese de colágeno, clareamento da pele e inibição da síntese de melanina. A vitamina C é um potente antiaging e é essencial para a construção do colágeno e da elastina. Combate manchas escuras, clareia a pele e também inibe a produção da tirosinase, a enzima que cria a pigmentação. Possui efeito foto protetor contra raios UVA e UVB. Assim, a vitamina C tópica é um excelente antioxidante da pele.

Indicação

Acentuado efeito regenerador; Síntese de colágeno; Antirradicais livres; Antioxidante; Hidratação Antirrugas; Antiaging Clareador.

Descrições

ManipuladoSim
composiçãoVitamina C 3%; 
Gel creme qsp 30 e 60g.
posologiaAplicar na pele preferencialmente à noite.
validade3 meses.
referencias bibliograficasLiteratura do fornecedor.
Advertencias

01. Uso externo. 
02. Imagens meramente ilustrativas.
03. Lavar as mãos após a aplicação do produto. 
04. Nunca compre medicamento/cosmético sem orientação de um profissional habilitado.
05. Não aplicar o produto se a pele estiver irritada ou lesionada. 
06. Em caso de hipersensibilidade ao produto recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
07. Recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta. 
08. O uso deste cosmético durante o período de amamentação também não é recomendado.
09. Todo medicamento/cosmético deve ser mantido fora do alcance das crianças.
10. Este cosmético não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
11. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
12. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

bula

Vitamina C bula




Para que serve?
Profilaxia e tratamento de deficiência de ácido ascórbico.




Como usar?
- Como profilático, vias oral ou intramuscular, lactentes, durante os primeiros seis meses de vida, 30mg/dia; lactentes prematuros poderão exigir dose maior. Crianças e adultos, 40 a 60mg de ácido ascórbico/dia. Durante a gravidez, 70mg/dia. Durante a lactação, 90 a 95mg/dia. Nos períodos de necessidade maior (infecções, trauma, etc.), 150mg/dia.
- Para tratamento de escorbuto, 100mg 3x/dia durante várias semanas até que se normalize a saturação.
- Para queimaduras graves, 200 a 500mg/dia até completar-se a cura.




Quais os males que este medicamento pode causar?
Precipitação de pedras de oxalato no trato urinário. Tontura ou desmaio, quando administrado por injeção intravenosa rápida. Doses altas causam diarréia, rubor facial, cefaléia, disúria, náusea, vômito, cólicas estomacais. Ingestão crônica de doses muito altas pode causar dependência; a mudança abrupta p/doses moderadas normalmente adequadas pode provocar escorbuto reflexo; pode-se evitar este fenômeno reduzindo a dose de maneira gradual.




Como funciona?
Atua como coenzima e, sob determinadas condições, como agente redutor e antioxidante. Direta ou indiretamente fornece elétrons a enzimas que requerem íons metálicos reduzidos. Age como cofator para prolil e lisil hidroxilases na biossíntese do colágeno. Participa também do metabolismo de ácido fólico, fenilalanina, tirosina, ferro, histamina, norepinefrina e alguns sistemas enzimáticos de fármacos, bem como da utilização de carboidratos; da síntese de lipídios, proteínas e carnitina; da função imune; da hidroxilação da serotonina; e da preservação da integridade dos vasos sangüíneos. É rapidamente absorvido do trato gastrintestinal; a absorção pode ser reduzida com doses altas. Eliminada pela urina, a maior parte na forma de metabólitos.




Contra indicações:
Doses altas podem causar anemia hemolítica nos deficientes de G6PD. Doses altas podem aumentar a absorção de ferro nos pacientes com anemia sideroblástica, hemocromatose ou talassemia. Megadoses podem produzir crise de anemia falciforme. Megadoses por administração parenteral causam grave dano renal e oxalose metastática com arritmias cardíacas. Não administrar doses altas durante a gravidez. Pode interferir com a interação álcool-dissulfiram, especialmente com uso crônico ou quando tomado em doses altas. Aumenta os níveis plasmáticos de etinilestradiol. Pode intensificar a toxicidade do ferro tecidual quando tomado com deferoxamina. Barbitúricos, primidona ou salicilatos podem aumentar sua excreção urinária.

Produtos Relacionados

Compre junto

Pergunte e veja opiniões de quem já comprou