Equinácea Purpúrea 500mg - Aumento da Imunidade
8118
Pergunte ou veja opiniões de quem já comprou

Por: R$ 62,00ou X de

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Apresentação

Equinácea Purpúrea 500mg - Aumento da Imunidade

Equinácea Purpúrea é uma planta utilizada a séculos pelos indígenas como cicatrizante de ferimentos e para neutralizar o veneno de cobras, originária da América do Norte. Com a chegada dos colonizadores europeus, estes também, passaram a se valer das virtudes desta planta e rapidamente a incluíram em seu arsenal terapêutico. Os resultados eram tão impressionantes que rapidamente estava sendo difundida pela Europa como um excelente medicamento para qualquer tipo de doenças infecciosas. Normalmente utiliza-se a Equinácea Purpúrea para resfriados, gripes, problemas infecciosos, recidivantes como: infecções vaginais por fungos, infecções das vias urinárias, amidalite, bronquite, sinusite, herpes genital, herpes oral e até mesmo o herpes-zóster. Existe alguns estudos mostrando que a Equinácea Purpúrea poderia ser utilizada para combater a Síndrome do Cansaço Crônico, auxiliar no tratamento da AIDS e em alguns tipos de câncer, principalmente nos casos onde o sistema imunológico fica abalado devido ao tratamento com a radioterapia ou quimioterapia. No comércio encontra-se a planta em forma de cápsula, tintura extrato, fluído extrato seco e até mesmo em xarope. Com tanta riqueza não dá para deixar de lado uma planta como esta.


Indicação
Auxiliar no reforço do sistema imunológico;
Auxiliar na prevenção da gripe, resfriado e infecções respiratórias.

Descrições

ManipuladoSim
composiçaoEquinacea Extrato Sêco 4% - 500mg;
Excipiente QSP 1 cápsula.
posologiaTomar 1 a 2 cápsulas ao dia ou conforme prescrição médica.
validade4 meses.
referencias bibliograficas1. Literatura do produto.
2. BATISTUZZO J.A.de O. Formulário médico Farmacêutico 3ª ed. São Paulo: Pharmabooks Editora 2006.
Advertências01. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
02. Imagens meramente ilustrativas.
03. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto. Em caso de ingestão recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico.
04. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
05. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz do calor e da umidade. Nestas condições o medicamento se manterá próprio para o consumo respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
06. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
07. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou em amamentação sem orientação médica.
08. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".
bula

Equinácea Purpúrea bula




Para que serve?
A Equinácea purpúrea é indicada como adjuvante e profilaxia de infecções recorrentes do trato respiratório superior (resfriados comuns) e também no trato urogenital.




Como usar?
Extrato seco: 500 a 1000mg.
Pó: 1,5 a 3g.




Quais os males que este medicamento pode causar?
Efeitos colaterais não são conhecidos em aplicações internas e externas. Porém para administração parenterais dependendo da dosagem, reações a curto prazo, incluindo febres, náuseas e vômitos podem ocorrer. Casos individuais, como reações alérgicas também podem ocorrer.




Como funciona?
A administração oral é tão eficaz quanto a administração parenteral, embora de ação lenta. A ação combinada dos muitos constituintes é aparentemente responsável pela atividade imunoestimulante de ambos os extratos alcoólicos de Equinácea purpúrea. A atividade imunoestimulante dos extratos alcoólicos de Equinácea purpúrea é muito atribuída às amidas lipofílicas (alcamidas), bem como os derivados do ácido cafeico (como o ácido chicórico), ao passo que os polissacarídeos solúveis em água estão relacionados com o suco ou preparações aquosoas.




Contra indicações:
É contraindicado para uso interno quando na presença de doenças sistêmicas progressivas, tais como tuberculose, leucose, colagenose e esclerose múltipla. Vale a pena lembrar que estes cuidados foram baseados em considerações teóricas, porém nenhum estudo foi feito. Nenhum caso de tendências de alergia, especialmente alergias que conferem as espécies da família Asteraceae (compositae). Não existem restrições de uso durante a gravidez e lactação.

Compre junto

Pergunte e veja opiniões de quem já comprou